Você me vira do avesso me faz de gato e sapato, não tá nem aí. Não liga, nem manda mensagem, me faz mal, mas ao longo dos dias tem me fazendo um bem danado. Você me faz sentir nas nuvens, só que não percebe. Você é o primeiro de tantos, que me faz sorrir. E você me encanta me diz coisas hilárias, mas o ruim disto é que você é a minha criptonita, isso me faz mal. Tem dias que fico a olhar o visor do celular, esperando uma mensagem sua. Algo que me faz um mal e um bem ao mesmo tempo. Perco a fome, levo horas imaginando-te aqui comigo só pra ter um pedaçinho de você comigo. Todos dizem, já e boato eu e você. A turma inteirinha sabe, mas não confesso. Um dia, você até se dispôs a dizer indiretas, mas pena que semana passada descobri que era da garota de outra turma. Posso dizer uma coisa, fiquei doente e não foi uma febre ou dor de cabeça, eu tive uma dor tão forte no coração, que quase fui aí à sua casa, amor dói e tampouco é uma que passa, ela fica até o amor passar. E quando passa leva tudo, como um tsunami. A maioria das vezes não existe essa de amizade colorida, se é pra ter amor não adianta evitar. “Porque toda vez que eu te vejo eu sinto contrações ventriculares prematuras, ou seja, borboletas no estômago.” E digo uma coisa, não quero que me ames por pena, nem pela carência, quero que sintas vontade como sinto. Perceba também que quando eu te disser o quanto lhe amo não espalhes por aí, ou que, minta um amor falso a mim, jamais. Em devaneios passados, tive inúmeros problemas com o amor, é hoje, só digo seja o que for, não quero sofrer como antes, e muito menos guardar um sofrimento comigo. Amar é bom, muito mesmo. Quando se têm verdade, quando não só é dor. Quando está nos meus olhos a certeza que nada existe sem amor, mas ao abrir uma chance te vê a olhar outras garotas e suspirar. “Ah, olha que gostosa.” Isso me faz bem? Estar do seu lado e não estar. Não adianta fazer bem, se a presença continua inexistente. Quantos ditados populares dizem sobre isso. “E antes estar só do que mal acompanhado.” Só digo uma coisa, até as moléculas se combinam menos eu e você.” — but, I love you. Ana Luiza    (via called-sex)

#:(






Então eu percebo que enquanto eu custo a criar um post pro tumblr, tem pessoas que escrevem um livro inteiro:

o-lerdo:

image


"Que bebê linda, qual o nome dela?" "Raymunda Francielly"








calmfully:

Follow for similar posts :)